Proex | Unilab
Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura - Unilab

Projeto de extensão “Ensino de Programação e Robótica nas Escolas Públicas” completa 5 anos com previsão de formar 500 estudantes

Data de publicação  08/03/2024, 11:19
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

“O projeto tem um diferencial de introduzir o pensamento científico e computacional aos alunos” destaca o coordenador Allberson Dantas,

O Projeto de extensão Ensino de Programação e Robótica nas Escolas Públicas (PROGROBÔ), coordenado pelo professor Allberson Dantas, do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), completa, em 2024, cinco anos de execução, com a previsão de formação de 500 alunos ao final deste ano.

Este projeto, que teve apoio inicial da professora Cristiane Martins, é estruturado para a oferta de duas modalidades de cursos, programação e robótica, com turmas de em média 20 alunos cada, em escolas de ensino fundamental e médio da região do maciço de Baturité e outras cidades de residência dos estudantes da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Segundo o professor Allberson, o projeto escala ao passo que os alunos da Unilab engajados no projeto escolhem escolas próximas das suas residências para ministrar os cursos e já existe formalizada toda a metodologia de ensino, capacitação dos instrutores (alunos dos cursos de graduação da Unilab), estabelecimento de parceria com a escola e acompanhamento pelo professor, alunos mais experientes no projeto e gestores escolares.

Desta forma, diz Allberson, “o projeto tem um diferencial de introduzir o pensamento científico e computacional aos alunos, sendo um potencial para o aprimoramento de diversas características cognitivas”.

Isto pode, inclusive, ser facilmente comprovado na fala da discente Sárida Andrade de Freitas: “O projeto é de grande importância para o desenvolvimento intelectual e futuro. A robótica em si, abre uma ampliação do conhecimento lógico, sem mencionar que o Arduino é um instrumento bem utilizado no desenvolvimento de tecnologia nos dias de hoje. Os alunos envolvidos aprendem na prática a pensar de forma lógica e rápida, destacando habilidades e interagindo no mundo da tecnologia e criação de maneira mais aprofundada”.

Ao longo dos anos, alunos de diversos cursos da Unilab participaram como instrutores dos cursos, notadamente dos cursos de Engenharia de Computação e Engenharia de Energias, mas também alunos do curso de Física e Matemática.

O discente António Maludama destaca uma série de contribuições advinda desta ação: “Este projeto proporciona muitas experiências, como: interação com o público, poder aprender com a sociedade de como lidar com os problemas e ajudar a resolver, oportunidade de poder compartilhar o conhecimento para os alunos lecionados durante o período da vigência do projeto. No projeto também serviu de aprendizado para a minha carreira como futuro engenheiro, me proporcionando momentos de ensino e aprendizado na prática”.

Para o aluno Cleiton da Silva o projeto serviu para despertar seu interesse pela robótica. “A participação no projeto me proporcionou maior interesse na área de robótica, como também programação. Estender meu conhecimento em Arduíno para repassar para os estudantes contemplados com o projeto também foi outra realização pessoal. Com isso, a minha participação no projeto foi essencial para agregar conhecimento tanto para mim, como para os contemplados pelo projeto, ou seja, os estudantes que assistem as aulas do PROGROBÔ”.

Em 2024, o projeto contará com seu maior número de alunos da Unilab engajados, em torno de 15, o que potencializará a oferta dos cursos e escolas impactadas. Em média por ano são formados 80 alunos e em 2024 é esperado um número superior a 150 certificados emitidos.

Para mais informações: acesse o Instagram do Projeto e acompanhe as postagens semanais.

Fonte: Portal da Unilab

Categorias